A triste dor da rejeição

Bom meu leitores queridos eu vim aqui falar hoje sobre algo triste que acontece com frequencia na vida de nós jovens, é sobre exclusão, algo que nos deixa para baixo, sem ter vontade de continuar a vida.



"Vejo adolescentes saindo todos os finais de semana, sendo felizes, saem rodeados de amigos para diversos lugares, enquanto eu fico mais um fim de semana na frente da televisão"

    Esta é a realidade de muitos adolescentes hoje em dia, posso dizer que eu sou uma pessoa que não saio mais a um mês, meus amigos (T-O-D-O-S) namoram, eles preferem passar o fim de semana com a namorada(o) do que comigo, aliá o parceiro(a) pode ficar com ciúmes da amizade.
   Mas para outras pessoas é mais complicado ainda, nem amigos elas tem, e tem que sofrer sozinhas sem um amigo para compartilhar toda sua angústia.
    A exclusão é algo que destrói a pessoa por dentro, machuca muito. Porque pessoas precisam de pessoas; nós fomos criados assim. Por isso machuca tanto ser excluído.
    Sempre fui daquelas pessoas que se via alguém isolado de todos ia conversar, chamava para perto, porque sei como dói ser invisível aos olhos do mundo.
     Existem panelinhas de jovens que se divertem muito, mas dá para perceber que eles acham que você não é bom o suficiente para estar com eles.
    Mas você é capaz de lutar contra essa solidão, quando se sentir triste, lembre-se dos seu pontos fortes, dos seus sonhos, tente visualizar você realizando cada um deles. Tome a iniciativa de fazer novas amizades, comece o assunto nem que seja sobre Harry Potter.  E lembre-se que não importa a quantia de amigos que você tem, mas sim quanto eles são verdadeiros com você. Mas se nada adiantar estou aqui para lhe ouvir.


Contato: emilyfonseca98@hotmail.com

    


15 comentários:

  1. Tema super atual e importante de ser tratado :)
    Amei o post e o blog, seguindo <3
    http://comcrises.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Goste do post! Parabéns..
    Seguindo. .


    bheatrizmoraes.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Já passei por momentos sérios de solidão e acho que as pessoas tem que SEMPRE procurar alguém para poder ajudá-las a passar por isso. Nunca tente lutar com a dor sozinho! Beijinhos, Beatriz.

    www.odiariodeumaescritorainiciante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, mas a maioria das pessoas demoram a admitir que precisam de ajuda e procuram alguém...

      Excluir
  4. Oi, Emily, que post intenso. Já passei por isso, por incrível que pareça. É horrível , a experiência não é boa e não quero passar de novo!
    Beijos
    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo com você. Meio que vivi um triângulo amoroso, onde eu não queria o boy, ele me queria e a namorada sentia ciúme, mais ou menos algo assim rs, e acabava que ela não deixava eu ter contato com ele por ciúme! É realmente muito chato isso! Sem contar que nós ficamos super excluídas querendo ali só conversar kk
    E que blog mais lindo! Super lindo, e eu me apaixonei! Você escreve muito bem, e os posts são muito interessantes! Já estou seguindo seu blog. Convido você a vir conhecer meu blog também, e se puder,retribuir para que possa me ajudar com as metas deste ano! Do fundo do meu coração <3, irei ficar muito grata se me ajudar a conseguir essas metas <3 Estou te esperando você, linda no meu blog <3
    Milhões de beijos, e estoou te esperando por lá linda ♥

    batomveermelhoblog.blogspot.com
    facebook.com/batomveermelho
    @batomdamanda

    Sucesso sempre aqui no blog e em sua vida pessoal! ♥

    ResponderExcluir
  6. A exclusão é bem chato. Até na família tem isso, eu e minhas primas sempre ficamos excluídas quando nosso primo vem passar as férias conosco e acaba sendo incrivelmente chato porque queremos atenção, queremos conversar e somos chutadas para escanteio.
    Contudo, nunca fui de ficar sozinha. Eu sempre gostei de ficar no meu canto mas quando alguém vinha falar comigo, aceitava o papo de boas.
    Ótimo texto, amei <3

    Beijos
    aguardandoogatobranco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto inteiro, mas a frase "não importa a quantia de amigos que você tem, mas sim quanto eles são verdadeiros com você" foi como uma facada pra mim porque há pouco tempo passei por isso e é muuuuuito ruim mesmo.
    Eu amo os temas que você aborda aqui ♥♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a postagem. Assunto bem interessante.
    www.paularopkevigano.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Graças a Deus nunca passei por isso, então não tenho muita referência.
    Mas imagino que não seja nada fácil.
    Parabéns pelo texto.

    bjOO

    Blog Breshopping da Dany
    SORTEIOS Conheça também o Breshopping da Dany KIDS
    Instagram: @breshopping_da_dany
    Twitter: @brechodanylins

    ResponderExcluir
  10. Olá, Emily.
    Infelizmente sempre existem as panelinhas em todos os lugares e ambientes e sempre vai ter aqueles que ficam de fora seja por um motivo ou outro. Já fiz parte tanto de um grupo como do outro. No momento estou preferindo mais ficar sozinha, mas a gente precisa de gente sim hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Tô aqui futricando seus textos e me deparando com uma coisa muito estranha, puts somos muito parecidas, ainda onde acabei escrevendo a respeito do "inevitável Fim'', a grande realidade é que eu queria escrever sobre essa relação humana, onde as pessoas passam a não se envolver com mais ninguém, como se não existisse mas o ''eu'' e somente o ''nós''. Sei lá cara, parece tudo muito egoísta, além de nos isolarmos tecnologicamente ainda estamos nos isolando dos que nos rodeiam...
    Como sempre, amei seus textos!
    Parabéns!
    https://descomplicamundo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  12. Gostei do tema, bom assunto para ser abordado. #bga

    ResponderExcluir
  13. Gostei do tema e do texto ❤️❤️❤️ #bga

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo