-->

{Resenha} A Outra Chance – Afonso Celso Brandão de Sá



olá amores, vamos a mais uma resenha novinha aqui no blog? tava devendo essa para vocês, ja faz um bom tempinho que li esse livro do parceiro Afonso de Sá... então sem enrolação, vamos lá

A OUTRA CHANCEAutor: Afonso Celso Brandão de Sá

Chiado Editora

Número de páginas: 200

ISBN: 978-989-51-4998-8

Coleção: Viagens na Ficção


Gênero: Ficção

Avaliação:
Sinopse: Nem sempre o homem é o senhor de suas decisões. Há certas circunstâncias em que o sentimento supera a razão e para todo o sempre há uma voz superior. O homem é o senhor do seu destino, mas ele deve responsabilidades a um ser superior.Um vírus mortal ataca a humanidade e coloca-a em risco de extinção.Um homem, designado por uma força superior para salvá-la descobre, afinal, a razão da existência dessa ameaça e porque fora escolhido para tal missão. No entanto, um preço muito alto terá que ser pago para conseguir esse objetivo. Mesmo sem querer, ele tem uma missão que terá que cumprir a qualquer custo, independente de sua vontade.Descubra os desígnios da humanidade, porque estamos aqui e se merecemos estar aqui.
                                                                          ●●●
O livro começa com uma conversa entre três amigos que acabam de se reencontrar depois de muito tempo, Paulo, César, e Gabriel. Gabriel por sua vez tem uma estória para contar, ele conta sobre a vida de Luiz Radiani.
O destino, ás vezes, nos reserva coisas que, no momento, não somos capazes de entender. Pode ser que, mais tarde, os fatos fiquem mais claros para todos nós. Acho que nada acontece por acaso.
 Era década de 80. Luís estava no começo da carreira como advogado, sonhava chegar à promotoria.Sônia sua esposa era formada em medicina. Anos se passaram e ambos conseguiram realizar seus sonhos, firmaram-se em suas profissões e construíram uma bela família com dois filhos, Pablo e Elisa. Pablo era um garoto fascinado por futebol, com muito talento dava orgulho aos seu pai. Elisa era uma moça linda como a mãe.
Sabemos que não podemos vencer este mal. Então, por que fazer sofrer aqueles a quem amamos. Se eu partir rapidamente, o sofrimento de todos será minimizado.
Tudo andava em perfeita ordem, no entanto, um vírus por nome RT-35 começou a tomar conta da humanidade, causando em todas as nações um caos total e irreversível. Todos que se contaminavam com esse vírus, mais cedo ou mais tarde acabava morrendo. Assim todo o mundo, os principais centros de medicina, girava em torno de procurava a cura para esse terrível mal.
O mar já tinha mudado de posição. Locais antes eternamente submersos em profundezas gigantescas, agora eram vales, longas planícies e montanhas.
O tempo ia passando e cada vez mais a doença matava inúmeros cidadãos, e o sonho da cura cada vez mais longe. Neste momento surgem “Os Vingadores”, um grupo de portadores de RT-35 começava a matar todos a sua frente, sem motivo, apenas pelo simples prazer de atirar nas pessoas..
Cumpre teu papel de rei sobre os outros animais,mas, mesmo um rei, deixa de ser rei, quando perde seus súditos.
Certo dia, Luís teve um sonho onde um enorme “monstro”, matava todos a sua volta, ele viu sua família morrer, e no que chegou a sua vez, o monstro não o matou, então começou uma busca frenética pelos corpos de sua família, ao caminhar percebia pessoas, muitas pessoas, de diversas etnias mortas. O silencio era profundo quando ouve “Luís Radini, eu te escolhi” ele ficou atordoado sem saber quem falava com ele, mas de repente foi acordado por sua esposa, e agradeceu por ter sido apenas um sonho.
Luís e sua família foram afetados pelo vírus direto e indiretamente, mas não se sabia por que ele não fora contaminado. Era com certeza a extinção da humanidade. E que força superior era essa que o tinha escolhido para sobreviver até o fim? Ou recomeço?.
Espere – pensou consigo mesmo. Lembrou-se do sonho que tivera há alguns anos. A voz dizia que ele tinha sido escolhido. Teria alguma coisa a ver com aquela situação? Mas, escolhido para quê? Para sofrer mais do que os outros vendo os seus entes queridos serem dizimados um a um? Ver os seus amigos desaparecerem e a sociedade se desintegrar?
O livro tem um cenário apocalíptico, tipo “2012-O fim do mundo”, só que nos leva a pensar nas nossas atitudes, em tudo o que deixamos para amanhã, nas prioridades que temos em nossa vida.
O final, bom o final, juro que esperava algo completamente diferente, sério não pensava no que aconteceu, o que me deixou um pouco triste, MAS EMILY A MENSAGEM DO LIVRO NÃO TINHA PORQUE SER DESSE JEITO, eu sei, eu sei.... Mas pensava em algo completamente diferente.
Voltando, a forma que o autor nos faz refletir é incrível, quando tu lê a última frase tu fica MEU DEUS, e fica uns 10 minutos assimilando tudo que aconteceu.
Recomendo muito para quem quer algo que transmita uma mensagem, agora se quiser algo tipo perfeitinho, conto de fadas, não leia.... Mas vai se arrepender!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo