#15 Resenha: Rascunhando Sobre A Vida - Gaston Stefani


Mais um livrinho incrível e leve para ler em dias muito quentes ou quando quer algo diferente, Rascunhando sobre a vida, trás coisas muito rotineiras para os seres humanos...


Título: Rascunhando Sobre a Vida nas Entranhas do Universo
Páginas: 95
Autor: Gaston Leonardo Stefani
Ano: 2016
Editora: Futurama

Avaliação:

Sinopse: A modernidade convive cada vez mais com a interação dos gêneros e no mundo literário não poderia ser diferente. Gaston Stefani faz muito bem esse integração entre prosa, poesia e crônica num diálogo com fina sintonia. A divisão dos títulos mostra claramente a preocupação do autor com os relacionamentos humanos essenciais para a evolução do ser. Os textos são construídos com humor. Um humor ora sutil, ora sarcástico, ora irônico. O romantismo será presente assim como a idealização do amor, algumas vezes sendo vividos nos desencontros ou até mesmo não realizados como vemos nos dias atuais. Esta modernidade ora nos é apresentada através de personagens como a boneca inflável, ora nos amigos virtuais ou mesmo numa Barbarella icônica. O autor vive os tempos atuais e projeta-se com esperança para o futuro. - Fernando Sá

                                                                               ●●●
Olá amores, primeira vez que leio livros com contos,cronicas e poemas, então vamos a tentaiva de resenha-lo...

Papai compra  um mundo novo para mim,
sem batalhas que destruam lares
em que eu possa brincar sem medo [...]"
Em Rascunhado Sobre a Vida, Gaston, divide o livro em vários temas do nosso cotidiano, amor, sexo, pais & filhos, mas também aborda em seu livro texticulos incríveis, suspenses maravilhosos e reflexões...

Afinal, estávamos nos destruindo uns aos outros, acabando com o planeta. Os humanos haviam se esquecido de amar."
O livro possui apenas 94 páginas, mas consegue abordar praticamente tudo o que você possa imaginar, os diversos assuntos como normalmente, são listados no sumário para facilitar a localização do que você precisa ler em determinado dia. Eu particularmente li tudo em menos de uma hora, pois são contos que te prendem, contos que fazem você sentir medo e se matar de rir...

“Ele era tão insignificante, que se tornou um figurante na própria vida."
A diagramação varia muito, entre os inúmeros textos, algo diferente que me chamou muita atenção, uma coisa que não daria certo em qualquer livro, mas que foi um arraso nesse...

“[...] Não passe pela Terra 
como simples visitante [...]"
O livro ainda faz referência á alguns filmes conhecidos, algo que nos faz trazer o livro ainda mais para a nossa vida. 
Como ja deu para perceber é um livro que eu super recomendo para as mais diversas pessoas, independente do seu gênero preferido.

Um comentário:

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo