-->

#24 Resenha: As Crônicas do Planeta Alma - Jairo Azevedo


Olá meus chuchus, desculpa estar sumida, porém tenho fortes motivos, porém para me redimir, hoje trago essa resenha, de u livro incrível, vamos conferir?


Autor: Jairo Azevedo
Editora: Selo Jovem
Ano: 2016
Páginas: 200
Avaliação:



Sinopse:   Assim que a princesa Asan, a esperançosa, nasceu no olho de um furacão bem no meio do Rio da Vida foi levada pelo Mensageiro alado ao País da Bondade que ficava localizado no Leste do Continente dos Sentimentos. O que ela nem os demais moradores do Planeta Alma sabiam é que a Oeste, no País da Maldade, o rei Svartã, o egoísta, buscava meios nada honestos para colocar o Continente dos Conhecimentos contra o País da Bondade. Havia um único propósito nesta busca: despertar a Lenda Antiga. Assim a Deusa SASVATÃ daria as costas aos seus Filhos, as Noites viriam, e finalmente o rei egoísta poderia ser o Senhor Supremo de todo o Planeta Alma. Seria possível despertar tal Lenda? Com seu possível despertar, SASVATÃ seria capaz de dar as costas aos seus próprios Filhos?


                                                                    ●●● 

Esta incrível história irá se passar no Planeta Alma, criado por SASVATÃ, onde todos os filhos da criadora são imortais, quando "mortos" em batalha, vão para o milênio, que seria mil dias mortos e depois renascem no Rio da vida. O planeta alma é dividido em três reinos, País da Bondade, País da Maldade e Continente dos Conhecimentos. Cada um liderados por filhos de SASVATÃ.
Todos já nascem adultos, mas só abrem os olhos depois que o mensageiro fala seu nome e sua característica, logo após isso, eles são mandados para o Continente dos Conhecimentos para que juntamente á rainha Sofia,a sábia, recebessem o conhecimento pleno. O planeta não possui noite, e sim dois sóis, o amarelo e o azul, é no sol azul que os habitantes meditam, eles não possuem a necessidade de dormir. (tadinhos).

“Gosto que as horas passem depressa, pois, quanto mais avançam, mais se aproxima o Dia em que me tornarei o senhor de todos os reinos."
Certo dia, ocorre algo que não se via a muito tempo, um nascimento, esta é uma princesa, logo que nasce ela é levada ao seu reino, que é o País da bondade lá o mensageiro revela seu nome, Asan, a esperançosa. Como de costume, a princesa é levada até a rainha sofia, mas o inesperado acontece, esta se recusa a dar o conhecimento pleno a Asan, pois acredita cegamente que o Rei do Pais da Bondade, Ignis, matou seu marido. Porém, o Rei do país da maldade está armando para que aconteça uma guerra e assim ele possa dominar o planeta alma, aniquilando os dois reinos..

"Ao contrário dos humanos, que escondem seus desfeitos em um sorriso hipócrita, no Planeta Alma, os Filhos de Sasvatã estampam suas qualidades e defeitos em seus nomes."
Com rumores da guerra entre o País da Bondade e o Continente todos os moradores ficam apavorados, pois uma antiga lenda diz que se ocorrer a guerra, SASVATÃ daria as costas para seus filhos e assim a noite predominaria no planeta alma, isto deixa apenas o Rei do pais da Maldade, Svartã, feliz. 
Será que vai ocorrer a batalha? E Ignis? Será que matou o marido da Rainha Sofia? Svartã terá sua vitória? leiam e descubram.
O autor conseguiu com maestria criar um planeta único, com todos os detalhes para que o autor imagine da sua forma como seria este universo. Fazia tempos que não lia um livro com tantos detalhes. .
"(...) Foi então que ela percebeu que ter coragem é também ter esperança..."
Algumas vezes os detalhes me deixaram um pouco cansada, mas sabia que era estes mesmos detalhes que deixavam o livro único, com milhares de borboletas de fogo.
O livro apesar de trazer uma história como principal objetivo, possui muitos ensinamentos que podemos carregar para a vida.
 Sobre o enredo, o livro consegue te prender pois nos deixa na vontade de saber mais, saber o que vai acontecer, algumas coisas no final me impressionaram pois não esperava, outras foram meio óbvias, porém o autor conseguiu fazer a dosagem certa entre as duas. A única coisa que me irritou foi um certo CASAL, não gostei deles, não quero eles juntos haha. Super recomendo para todos os amantes de fantasia, assim como eu, será uma aventura inesquecível..

“Ás vezes, o silêncio  responde mais que um multidão de palavras."


                                                

3 comentários:

  1. Adorei a resenha! Ficou incrível! Muito obrigado! :D

    ResponderExcluir
  2. estou seguindo flor seguir de volta http://cantinhodachris583.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. estou te seguindo http://cantinhodachris583.blogspot.com.br/ seguir de volta

    ResponderExcluir

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo