#33 || RESENHA|| Log #1525- B. Demetrius


Olá paixões, acho que só em pensar que segunda começa a faculdade outra vez já diminuiu meu ritimo de resenha, assim tento 3 atrasadas...Mas as leituras foram maravilhosas, vamos lá?

Resultado de imagem para log 1525
Título: LOG #1525
Autor: B. Demetrius
Ano: 2017
Editora: Chiado
Avaliação:

Sinopse: Log #1620 C: Se você está lendo isso é porque provavelmente este maldito cubo de gelo gigante me venceu.Ou pior! Virei motivo para as masturbações mentais dos burocratas da companhia. Merda! O treinamento especial na Amazônia, os anos na “geladeira” nos confins do sistema solar, minha ex-mulher – nada me preparou para isso. Nada!Acordei sob os destroços de um pod de sobrevivência, em um planeta gelado e escuro. Estou com uma puta ressaca de hipersono, um gosto horrível de metal na boca e essa desgraça de implante cibernético na minha cabeça não para de falar! É a mesma coisa que ter uma velha com Alzheimer com acesso garantido aos meus pensamentos.Trabalho fácil, pagamento gordo e um contrato com letras bem miúdas. Claro que eu iria me ferrar, claro! Droga, tudo que eu queria agora era um café…
                                                                         ●●● 
Nesta obra vamos conhecer o Major, um astronauta viciado em café que está em uma missão espacial, ele possui  um implante em seu cérebro, algo como uma inteligência artificial, chamado Boris ao qual conversa com Major. O protagonista está abordo de um grande cargueiro, com toda sua tripulação, porém algo inesperado acontece, e ele se vê sozinho em meio a um planeta desconhecido, coberto de gelo e o pior, SOZINHO..

"Bom, ás vezes me pego falando alto e sozinho, mas aí a nave responde, isso da calafrios."
O livro é todo em formas de Logs, uma espécie e diário do Major, o que muitas vezes deixa uma pitada de mistério sobre o que está acontecendo e faz o leitor sentir todas as emoções em conjunto com o protagonista..

"O eterno anoitecer deste planeta me deixa tenso."
Desesperado ele embarca em uma aventura para descobrir o que há naquele planeta, onde está sua tripulação e como sair daquele lugar horrível. 
As exploração e o detalhamento de cada lugar é realmente incrível, o escritor pegou um tema que muitas vezes tem uma escrita massante e transformou em algo leve e empolgante, prende o leitor desde as primeiras páginas..

"Estou ouvindo eles respirarem, ofegantes, barulhentas"
A interação com boris é apresentada ao leitor através do que o major está pensando, então algumas vezes ficamos sem entender o que a inteligência artificial está a dizer, o que torna tudo mais intrigante.
A presença de seres que apenas o protagonista presencia, e o radar de vida de boris não, é mais um ponto intrigante, pois faz nós meros mortais refletirmos se realmente aquilo tudo é verdade ou apenas uma consequencia da solidão..

"Eu sei que está lá, posso ouvir a respiração"
Não tem muito o que falar desse livro sem soltar spoilers ou querer devorar um porco mutante, mas as reações durante a leitura foram as mais diversas, em muitas partes o nervosismo foi gigante pois queria saber realmente o que estava acontecendo e isso não foi dado de bandeja não. Se tenho algo para dizer é que vale muito a pena se aventurar junto com Major por este planeta desconhecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo