#2 ENTREVISTA: Lucas de Lucca - Corvo Negro

Amores quem aqui amou corvo negro? Quem não leu tem resenha aqui no blog, é um livro incrível que passa em outro mundo na era medieval, mas hoje vamos ver algumas curiosidades sobre o autor... Bora lá tchê

RABISCANDO: Primeiramente nos conte como a trilogia de plumas surgiu, foi algo muito planejado ou espontâneo?

LUCAS: A trilogia das plumas nasceu de uma praia sem nada pra fazer e um término de namoro. Nada foi planejado. Apenas o terceiro livro teve roteiro, e meus roteiros são bem vagos. Deixo os personagens viverem as própria a vidas. Isso os torna imprevisíveis.

RABISCANDO: Você costuma criar uma rotina diária para escrever seus livros? Ou simplesmente escreve quando a inspiração surge?

LUCAS: Eu estabeleço uma meta de mil palavras por dia, o que é muito pouco. Normalmente cumpro a meta, mas quando não me sinto bem não escrevo. O texto não fica bom sem um humor pra isso.

RABISCANDO: O corvo negro foi muito bem aceito por seus leitores, você em algum momento reescreveu algum trecho da história?

LUCAS: Reescrevi principalmente os primeiros capítulos. A infância do ukel nunca ficou boa. E tenho receio q nunca fique. Já fiz diversas versões e nunca gostei. Mas continuo reescrevendo o corvo negro mesmo apos publicado. Novas edições terão mais capítulos

RABISCANDO: Você tem um personagem preferido nessa trilogia? Podemos esperar personagens novos em o “corvo branco”?

LUCAS: O corvo branco vai agregar muitos personagens novos, inclusive uma nova linha de narrativa. A guerra começa no segundo livro.

RABISCANDO: Aproveitando esse título, conte as seus leitores de forma breve se é possível torcer para o protagonistas “amadurecer” um pouco. 

LUCAS: A Trilogia das Plumas trata justamente da transformação do Ukel. É das plumas porque assim como ele troca de cor se transforma. Escrevi o primeiro livro quando pensava de uma forma e o segundo em uma situação muito diferente. Já comecei a escrever o terceiro, mas acho que não estou pronto pra termina-lo porque não mudei tanto desde O Corvo Branco

RABISCANDO: Nas suas lives você ja deixou escapar que se acha um pouco parecido com Ukel, quais das características do personagem tem mais a ver com você?

LUCAS: A forma dele lidar com os problemas e de agir no dia a dia dizem se parecer comigo. Incluindo a relação com as mulheres. Mas obvio q não mato ninguém de verdade, só nos livros

RABISCANDO: Você está com vários projetos novos, qual você acha que será o mais promissor? Por quê?

LUCAS: Eu confio muito em todos meus trabalhos. Todos são muito diferentes e agradam gostos diferentes. Mas eu escrevo agora o primeiro romance da minha carreira e estou muito ansioso pra começar a explorar as possibilidades dele. Não posso falar muito porque ainda estou escrevendo, mas esse merece uma editora tradicional

RABISCANDO: A escrita entrou na sua vida inesperadamente ou você sempre sonhou com isso?

LUCAS: Eu me encontrei esCrevendo por escrever é só pensei em tornar profissão quando publiquei o primeiro livro. Antes disso era só por diversão.

RABISCANDO: Para finalizar deixe uma mensagem sobre o que os fãs de suas obras podem esperar desse ano de 2017.

LUCAS: Esse ano lanço o primeiro livro no universo Crônicas dos Três Deuses, um mundo diferente demais da Trilogia das Plumas. Também lanço A Primeira Profecia, onde o protagonista é Lucifer com amnésia. Além disso o A Dragonata é postado semanalmente no wattpad e pretendo publica-lo inteiro lá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo