#18 RESENHA: ELES PRECISAM MORRER - MONICA DOMBROSKI


Olá mais uma vez paixões, hoje to fazendo as duas resenhas que estavam a um tempão atrasada, lá no instagram aproveitei para mostrar as leituras que estão atrasadas (muiiitas)... Vamos a resenha




Título: Eles Precisam Morrer
Livro Único.
Autora: Monica Dombroski
Editora: Chiado
Páginas: 302
Ano: 2016
Avaliação:

Sinopse: Alicia, Clara e Amanda são três adolescentes que vivem em uma pequena cidade do interior e compartilham uma vida de tédio e poucas perspectivas de futuro.
Elas acreditam que os responsáveis pela vida ruim que levam são as pessoas com quem convivem e, aos poucos, a ideia de eliminar algumas pessoas vai amadurecendo até desencadear uma série de mortes e revelações, trazendo um esclarecimento sobre quem realmente é o responsável pela vida de cada uma.
                                                                               ●●●
O livro em sua primeira parte é bem arrastado, ele vai contar a história de três amigas, Clara, que se sente horrível com sua aparência e tenta de todas as formas se matar, Alícia, desde que sua mãe morreu seu maior sonho é fazer 18 anos e sumir da sua cidade atual e Amanda, que sofre como uma escrava de sua avó, sua vida gira ao redor da senhora. Ambas as amigas são muito infelizes com suas vidas, mas não enxergam algo para que possa reverter essa situação..
Apesar do livro ser longo não tenho muito o que contar sem dar spoilers, a maior parte do tempo as meninas reclamam por suas vidas serem horríveis, e julgam que certas pessoas são as culpadas pela sua infelicidade..

(...) Não sabia para onde ir e deixava a vida ir levando-a para qualquer lugar. Acabava sempre fazendo a escolha errada, ciente do que escolhia(...)"
Porém toda essa situação muda quando as meninas começando por amanda resolvem deixar suas tristezas de lado, e dizimar tudo e todos aqueles que impedem que sua vida corra como planejaram, uma série de crimes grotescos começa a acontecer na cidade em que as garotas vivem, todos sem muita explicações, mas será que as amigas são culpadas por todas esses crimes?.
No ínicio achei a leitura beeeeem parada, sem muitos fatos que dessem uma tensão, acho que essa foi a ideia da autora, nos apresentar cada personagens e as pessoas ao seu redor, mostrar o porquê das meninas serem tão infelizes. Demorei um pouco para concluir a leitura, a escrita não é nenhum pouco arrastada, ela é fácil e com bastante fluidez, eu que demorei mais do que o normal para me conectar coma as personagens e com a trama..

"O ódio pode fazer a pessoa acordar um lado dela que ela nem sequer acreditava existir, pode fazer uma pessoa ser ela mesma, porque o ódio mata o medo..." 
Monica, não se precipitou em nada, ela escreveu cronologicamente e desenvolveu muito bem suas personagens ao decorrer das páginas, narrando o livro em terceira pessoa, ela optou por mostrar a visão de cada uma das meninas sobre as situações em que eram colocadas, algo incrível para que o leitor não se perca na sua trama envolvente..
Eu não consegui gostar de nenhuma personagens, espero que essa seja a intenção, a que senti menos "nojo" foi de Alícia, as outras meninas dava vontade de dar uns belos tapas na cara.
Apesar de toda a tensão, tem como tirarmos uma bela reflexão desse livro, pois podemos ver do que o ser humano é capaz de fazer quando tem algo que impeça o que tanto almejam, e isso não é só na ficção, pois acontece muito no mundo à qual vivemos..

"(...)Sabia que, no fundo, não odiava aquele lugar, odiava o fato de não poder sair dele. Fontana era como uma penitência que ela precisava cumprir(...)" (
Super indico para amantes de terror e suspense, que curtam uma história bem programada, e não apenas jogada nas páginas amareladas de um livro.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Criado por: Mariely Abreu | Todos os direitos reservados ©. voltar ao topo